Voluntária no CROSSFIT Regionais – Babe Azevedo

de

OLAR PESSOAS! Gostaria de dividir com vocês um pouco da minha experiência como voluntária no Regionais etapa América Latina do CrossFit Games!

Como vocês sabem, eu sou uma atleta amadora e EMOCIONADA por este esporte que mudou minha vida. Minha história com o CrossFit começou em 2016. O que era para ser um “vou experimentar um mês”, virou um hábito diário. Não só de rotina e saúde corporal, mas mental e sentimental. Hoje eu respiro este esporte que mudou até meu jeito de pensar! Podemos falar outro dia sobre isso, se vocês tiverem curiosidade (comentem ai embaixo).

Hoje, o CrossFit é o esporte que mais cresce no Brasil. Tem uma metodologia que une condicionamento cardiovascular, levantamento de peso olímpico e movimentos ginásticos! Sim, é completão! Mas “CrossFit” é uma marca. Vou explicar isso em outro post, para vocês saberem diferenciar dos esportes “funcionais”. Mas hoje vamos falar do evento que aconteceu na última semana, pela primeira vez no Rio de Janeiro/RJ.

Foi a primeira vez que este campeonato aconteceu no Brasil e pela primeira vez a América Latina tem uma etapa SÓ DELA, onde dessa etapa saiu um atleta masculino, uma atleta feminina e uma equipe para representar a regional no CrossFit Games nos USA. O Games é a etapa final, nossa “Copa do Mundo do CrossFit”, e com muito orgulho eu digo que o representante masculino da América Latina é o BRASILEIRO Pablo Chalfun.

{Pablo Chalfun}

{DAVE CASTRO – Apelidado carinhosamente de BOSS, porque sim, ele é o CHEFÃO de tudo! Alguém admirado no cenário do CrossFit, estava entre nós, muito humilde e simpático}

Agora, falando um pouco de ser voluntária em um evento internacional: foi incrível ver como os americanos e a equipe de coordenação, apesar da pressão que sofriam por conta dos equipamentos não chegarem (os caminhões estão até hoje presos na greve), mantinham uma postura de calma (mas com passos rápidos) e sorriso no rosto!

{Nós voluntários “se lascando”, colocando e tirando coisas da arena}

Foi complicado para nós voluntários em alguns dias não exercer a função para qual fomos selecionados. Aquela arena surgiu do dia para noite, então, todos fizeram tudo. E o que parecia que quase não ia existir, ACONTECEU! E foi lindo, mágico e cheio de emoção. Nós surpreendemos o mundo todo pelo fato de que essa regional foi feita com equipamentos emprestados de box do Rio de Janeiro. A união e o amor pelo esporte foi o que fez aquela arena estar pronta e ferver nos dois dias de competição.

{Minha equipe maravilhosa que era responsável por toda sinalização e cerimônia, dentro e fora da arena}

Aprendemos MUITO com os americanos e não posso deixar de citar a instrução que nos deram antes de entrar na arena:

“Precisamos ser como PATOS. Se você ver um pato caminhando ele esta lá, andando rígido e formoso, mas se olhar as pernas, ágeis! Caso algo ocorra de forma que não planejamentos, precisamos parecer patos para os expectadores.”

Foi assim que os problemas se resolveram e o Regionais da America Latina aconteceu, marcando a comunidade do CrossFit para SEMPRE.

Fiquem com esse vídeo maravilhoso que @martinflowersss fez para @crossfitbrazil em agradecimento a nós voluntários por esse evento histórico.

 

Foi a primeira parte de um sonho MUITO MAIOR que eu realizei. Agradeço a todo momento a oportunidade de estar lá e com quem estive. Hoje divido isso com vocês, neste post cheio de amor e carinho, falando da “coisa” que eu mais amo na vida, o CrossFit!

Ainda não há comentários.

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *