Urubici – Serra Catarinense

de

Eu estive por alguns dias viajando, mas assim que voltei, fui passar o final de semana em Urubici, na Serra Catarinense. Ao postar fotos nas redes sociais, algumas pessoas pediram dicas de atrações e sugestões. Para facilitar, resolvi fazer esta matéria, e espero animá-los para que programem este passeio ainda neste inverno.

Eu sou apaixonada pelo nosso Estado, pelo Brasil, pelas praias, natureza, enfim… e afirmo que Urubici não pode ficar fora da lista de principais destinos brasileiros. Muitas vezes programamos viagens longas, para outras regiões, e deixamos de lado o que está mais próximo da nossa terra.

Hoje quero tentar mostrar para vocês o quão incrível pode se tornar um simples final de semana, e quantas belezas podemos contemplar aqui por perto. Eu falo perto, porque trata-se de um passeio de carro, mas a viagem soma mais de 300 km, cerca de 5 horas de Blumenau a Urubici/SC.

Pontos Turísticos Imperdíveis:

1. Mirante Do Morro da Igreja – Pedra Furada: é um dos pontos mais lindos para conhecer. Localizado a 29 km do centro de Urubici, o morro sedia uma base de aeronáutica que controla o espaço aéreo de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. É o ponto habitado mais alto do sul do Brasil. Ali foi registrada a temperatura oficial mais fria do país – 17,8 graus negativos, em 1996.

É muito frio! Não se engane com a temperatura do dia, leve casaco e cachecol, pois o vento intermitente dá a sensação de frio ainda mais intenso. Em todos os invernos há, invariavelmente, ocorrência de neve. É um passeio imperdível e de fácil acesso quando o tempo está bom – a subida do morro, cujo topo está a 1.822 metros de altura, é asfaltada.

Do alto tem-se uma visão privilegiada da Pedra Furada, interessante formação que se assemelha a uma grande janela natural (foto abaixo). A subida ao topo do morro é controlada. Para visitação, é necessário autorização, que em algumas vezes são dadas pelas próprias pousadas.

IMG_5820

IMG_5795

{Casaco e Calça Jeans Gregory / Botas Capodarte / Óculos Rayban / Baton Stone da Mac para Mimos de Beleza}

IMG_5833 IMG_5840IMG_5835IMG_5821

2. Cascata Véu de Noiva: localizada dentro da Pousada Véu de Noiva (na subida do Morro da Igreja), onde nos hospedamos. A cascata leva este nome pelo seu formato, que lembra realmente um véu branco e comprido.

IMG_0108 IMG_0172 IMG_0106

O acessório principal nesta trip deve ser as botas montaria, de preferência lisas, de couro, mais fáceis de limpar. Muitas pessoas acabam usando tênis, mas por ser uma região de terra molhada e cachoeiras, o calçado que mais nos protege e é fácil de limpar é a bota de cano longo. Eu usei a minha montaria da Capodarte durante o final de semana inteiro.

3. Cascata do Avencal: com 100 metros de queda livre, é frequentada por praticantes de rapel. O nome deriva da avenca, vegetação comum na região. É possível chegar de carro à parte de cima da cachoeira e a pé à parte de baixo, mas é preciso ter calçados apropriados e tomar cuidado com as pedras escorregadias. Eu fui apenas no mirante de cima. Fica no Morro do Avencal, no caminho que liga Urubici a São Joaquim.

IMG_5860 IMG_5884

4. Serra do Rio do Rastro: a famosa Serra é realmente incrível, tanto a vista do mirante superior, como a descida lenta e gostosa de carro (imagina de moto ou bike!!). Localiza-se no município de Lauro Müller, a mais de 1421 metros de altitude. No mirante, estão à nossa espera muitos Quatis, animais que à primeira vista parecem ” fofinhos” , mas logo percebemos o quanto intrometidos e interessados por comida são. São perigosos porque mordem e podem transmitir raiva.

IMG_0385 IMG_5999IMG_5960 IMG_5966 IMG_5990

{Casaco Gregory / Botas Capodarte}

{Casaco Gregory / Botas Capodarte}

Bares e Restaurantes:

O meu ponto fraco sempre são os bares e restaurantes. Assim que chegamos à pousada, já pedimos sugestões de locais que pudéssemos visitar à noite, para jantar e nos divertir.

1. Restaurante La Fondue Muller: infelizmente não fiz fotos do nosso jantar neste dia, mas foi absolutamente incrível. Encaramos uma fantástica sequência de Fondue (queijo, carne e chocolate), e saímos exageradamente satisfeitos. A Carta de Vinhos do restaurante também é bem variada; aceitamos a sugestão da equipe e harmonizamos o Fondue com vinho tinto Cabernet Sauvignon (não lembro a vinícola).

2. Barba Negra Pub Music Sport: na mesma noite, queríamos nos divertir um pouco e fomos para este pub. Uma casa pequena e bem movimentada, com uma carta de cervejas especiais bem variada.

3. Paradouro Santo Antônio: domingo almoçamos neste restaurante, especializado em Carne Bovina à moda uruguaia e Trutas, o peixe típico da região. Optamos pelas trutas e estava maravilhoso.

4. Restaurante Château du Valle: o melhor ambiente, atendimento e menu, sem dúvidas! Jantamos no domingo e foi o único lugar que lembrei de fotografar. Assim, vocês podem imaginar o quão maravilhosa foi a nossa noite. Pedidos: para entrada – bruschettas de mignon, provolone e cebolas caramelizadas / principal – talharin Nonna Lina.

IMG_0347 IMG_0349

Não tivemos nenhuma decepção quanto a estes restaurantes, pelo contrário. Acho difícil vocês não gostarem.

* Preços: não achamos nada exorbitante ou fora da nossa realidade quanto ao que praticam na nossa região (Vale do Itajaí). Todos estes que mencionei oferecem pratos por valores semelhantes.

Então, ficam aqui estas dicas, espero que todos possam fazer este passeio incrível, se não este ano, mas nos próximos, e aproveitem muito!!!

Bom final de semana!!

Beijos,

Fernanda

2 Responses
  • Fani Voigt
    julho 11, 2016

    Lindos lugares!!

  • jéssica Bovolato tavares
    julho 13, 2016

    amei, não conheço ainda mais pretendo?

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *