Dicas sobre a viagem para Cancún

de

Pessoal, finalmente vou começar a contar como foi a minha viagem para Cancun, no México. Demorei para escrever porque queria montar matérias bem completas, com tudo explicadinho e muitas dicas interessantes para vocês. Claro que eu não vou lembrar de tudo, então fiquem à vontade para fazer perguntas e tirar suas dúvidas, caso vocês tenham vontade de fazer esta viagem.

Como foram 10 dias no total, fizemos uma programação cheia de passeios, por isso quero falar de cada dia separadamente. Vou fazendo posts semanais, ok? Hoje vou explicar apenas como foram todos os “trâmites” da viagem.

Como compramos nossas passagens e hospedagens?

Foi simples! Na companhia de 2 amigas, comprei minhas passagens; já com os tickets nas mãos, começamos a pesquisar sobre lugares, praias e hotéis legais para ficarmos.

{Esperando o vôo em Navegantes}

{Esperando o vôo em Navegantes}

2

{Conexão no Peru}

Como foi a chegada?

Podemos contabilizar 1 dia de ida e 1 de volta, somando toda a diferença de vôos, atrasos e conexões. Chegamos em Cancun e fomos imediatamente buscar o carro que alugamos no site da REX.

1ª dica: não saia do aeroporto sem cambiar pesos mexicanos. O rapaz que encaminhará você até o pátio de carros, será o primeiro a cobrar gorjeta nas suas férias. Prepare-se! (risos) Para esses imprevistos, é bom você ter pesos sobrando, caso contrário, pagará gorjeta em dólar.

Esperamos no pátio da REX por umas 3 horas, sofrendo um calor inexplicável, sem lugar para sentar. Estiquei uma sacola e a minha pashmina para sentar no chão. (começando as férias com muito glamour…)

Exaustas, pegamos o carro e a primeira parada foi no posto de gasolina. Ou seja, além de toda a espera, recebemos o carro com tanque vazio, sem fazer ideia de onde acharíamos o posto mais próximo. Mas enfim, deu tudo certo. Só estou contando estes detalhes para dizer que, lembrando disso, tenho vontade de dizer que não alugaria mais carro em viagens como esta. O gostoso mesmo é chegar no Aeroporto, entrar num táxi e ir direto para o Hotel.

Mas, pensando na comodidade que tivemos todos os outros dias, de ter o carro estacionado no hotel à nossa disposição, foi muito bom. Eu já aluguei carro em outras viagens, mas não durante todo o período. Então, fica a cargo de cada um, existem os prós e contras da locação.

Como organizamos a programação?

Como estávamos de carro, estudamos muito o mapa do México para não perder tempo nas estradas. Procuramos organizar nossos passeios de maneira estratégica, pensando em evitar voltas (idas e vindas) desnecessárias.

Para onde fomos?

Decidimos nos hospedar os dois primeiros dias em Playa del Carmen (cidade a 70 km de Cancún). No próximo post explicarei os motivos que nos fizeram querer iniciar nossas férias nesta praia.

3

Depois destes dois dias, voltamos para Cancún e curtimos os outros dias de férias lá.

Onde nos hospedamos?

Resort é caro, claro! E além disso, o Resort é bom para curtir todas as comodidades dele em tempo integral, mas queríamos fazer diversos passeios pela Cidade. Portanto, decidimos nos hospedar 4 dias em um flat. Nosso apartamento era um quarto de hotel, totalmente mobiliado, lindo, na beira mar de Cancún. Ou seja, não podia ser melhor. Encontramos este imóvel para alugar no Airbnb.

4 5

O custo dos flats são muito baixos em relação aos hotéis. Qual a diferença? Você não recebe café da manhã, nem serviço de quarto; mas utiliza todas as outras funcionalidades do hotel (bar, piscina, estacionamento, etc.).

Mas não poderíamos ir para Cancún sem relaxar um pouco. Então, decidimos que ficaríamos os 2 últimos dias, depois de já ter desbravado a região inteira, apenas curtindo um Resort. Escolhemos o Grand Oasis Cancun, com TUDO incluso. Com certeza foi a melhor decisão que tomamos em toda a viagem. Na próxima, eu ficarei mais do que dois dias, talvez quatro.

7

No Resort você quase não tem despesas. Comidas e bebidas à vontade durante todo o dia. E são comidas ótimas, deliciosas, restaurantes de todos os segmentos e culturas. Gastamos comprando nosso copo para beber na piscina (o que é opcional), e pagamos Wi-Fi.

6

Qual a melhor época para fazer esta viagem?

Cancún é quente o ano todo, mas nós escolhemos final de junho para viajar. A época é perfeita, pegamos chuva apenas um dia, por bem pouco tempo.

Para começar, é isso! O roteiro mais detalhado em vou mostrando com mais fotos nos próximos posts. Aguardem!

Boa viagem!!!

4 Responses
  • Jacqueline Rosa
    março 1, 2017

    Ansiosa para os próximos posts!

    Adoro ver tudo de viagens rsrs

  • Fabiola
    março 1, 2017

    Super… Partiu voltar! ? Nunca saia de um aeroporto sem a moeda local, aprendizado número 1. Bom ver um diário dá viagem! Anciosa pelos outros posta ?

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *